Páginas

domingo, 20 de janeiro de 2013

ANÁLISE: Santa Cruz 1 x 0 CRB-AL

Santa Cruz x CRB (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Por: Vitor Rocha

O Santa estreou bem no Nordestão. O Tricolor bateu os visitantes por 1 a 0 no estádio do Arruda e assumiu a liderança do grupo D com três pontos. O gol da partida foi marcado pelo estreante Philco logo no início da partida. O CRB, teve boas chances, mas não conseguiu furar a zaga do time tricolor. 

O time montado por Marcelo Martelotte se mostrou bem defensivamente. Tiago Cardoso foi excelente em campo, sempre seguro e calmo nas saídas de bola, demonstrou porque é ídolo no Arruda. A dupla de zaga formada por Vágner e César, mostrou raça e determinação, dando segurança aos outros setores da equipe.  Vágner com sua garra e César com sua técnica na saída de jogo. 

Nas laterais, Éverton Sena e Tiago Costa. O "carrapato" do Arruda não foi bem improvisado na lateral-direita, errou vários passes, não apoiou bem o ataque. É um jogador que não podemos cobrar muito, pois jogou improvisado. Tiago Costa se mostrou regular, marcou muito bem e até se arriscou em jogadas de ataque no 2º tempo, vai ser muito útil ao esquema formado por Martelotte. 

Em relação aos volantes, Anderson Pedra e Sandro Manoel demonstraram e entrosamento. Anderson Pedra foi um dos melhores em campo, não perdia uma bola e sempre com passes precisos. Sandro Manoel foi regular, tem bom passe, mas ainda apresenta deficiências na área defensiva. Martelotte ainda conta com Léo no banco de reservas, que pode servir de sombra para um dos dois.

O meio de campo foi o melhor setor do time tricolor. Renatinho foi o craque da partida, muito veloz e com boa visão de jogo, mostrou que pode ser útil também na meia. Arriscou vários chutes de fora de área, bateu escanteios. Um atleta que chamou a responsabilidade do time, sendo peça chave para a vitória. Natan não foi o mesmo de antes, até por estar à 7 meses sem jogar. Mas, ainda assim jogou muita bola. O que faltou nele foi ritmo de jogo, pois qualidade tem de sobra. Luciano Sorriso entrou no 2º tempo, fora de forma não conseguiu produzir o esperado. É um atleta experiente, e vai ser muito importante na caminhada do Santa Cruz.

Enfim, o ataque coral, formado por Philco e Caça Rato. Philco foi o autor do gol da vitória do Santa, mas mesmo assim não rendeu o esperado. É um atacante jovem, e precisa de sequência para mostrar as suas qualidades. Flávio Caça Rato foi o de sempre, um atacante voluntarioso que busca as jogadas pelas pontas, mas não consegue finalizar bem. Martelotte deve decidir entre um dos dois, porque ambos tem as mesmas características. Danilo Santos entrou no 2º tempo, ainda não está na forma ideal, é cedo pra analisar o jogador, até porque não teve muitas chances de gol.

A principal diferença entre Marcelo e Zé Teodoro: o time não se retrancou depois de ter feito o gol. Gostei disso! Boa Marcelo, continue assim. E parabéns aos 25 mil tricolores que compareceram ao Arruda. O maior público do Nordestão até agora!

Saudações Corais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário