Páginas

quinta-feira, 1 de março de 2012

ARBITRAGEM ERRA E TRICOLOR ACABA DERROTADO PELO YPIRANGA




O Santa Cruz perdeu para o Ypiranga na noite desta quarta-feira por 1 x 0, no estádio Otávio Limeira Alves.

Com o resultado, o Mais Querido se manteve com 20 pontos em 13 rodadas. No próximo domingo o Tricolor encara o Serra Talhada, no Arruda, às 16h.

O JOGO - Depois da boa vitória diante do Petrolina, o treinador Zé Teodoro resolveu colocar em campo diante do Ypiranga a mesma formação que entrou em campo no último sábado. A única modificação foi na defesa, onde Leandro Souza assumiu a vaga de Éverton Sena.

Com o esquema tático 4-4-2, nos primeiros minutos do confronto desta noite, o Mais Querido teve um pouco de dificuldade para marcar a Máquina de Costura, que tinha cinco homens no meio de campo. O time da casa se aproveitou disso e criou algumas chances nos dez minutos iniciais.

Por volta dos 15 minutos o Tricolor igualou as ações em campo e passou a trabalhar melhor a saída de bola. Tanto que aos 20 minutos o Santa criou a primeira chance perigosa de gol. Carlinhos Bala cobrou escanteio curto para Dutra, que cruzou para área. Dênis Marques chegou em velocidade e cabeceou com perigo para fora.

Aos 33 minutos o Santa teve nova chance de marcar, depois que Carlinhos foi derrubado na frente da área. Três jogadores se apresentaram para cobrar a falta, mas Renatinho acabou batendo para fora.

Ainda no primeiro tempo o treinador Zé Teodoro acabou tendo que modificar seu time. Carlinhos Bala levou falta dura no meio de campo e saiu lesionado. Flávio Recife entrou no seu lugar.

Na volta para o segundo tempo a partida ficou ainda mais disputada. Logo no início Ludemar teve boa chance para marcar para a Máquina de Costura, mas a arbitragem anulou o lance acusando impedimento.

O Mais Querido respondeu logo depois, aos 6 minutos, com Flávio Recife, que fez boa jogada e chutou de fora da área, mas a zaga cortou para escanteio. Na sequência quem assustou o goleiro Geday foi o volante Léo, que soltou uma bomba em uma cobrança de falta na trave.

Aos 15 minutos o treinador Zé Teodoro resolveu deixar sua equipe ainda mais ofensiva e colocou o atacante Geílson na vaga do lateral Dutra, deslocando o meia Renatinho para a ala esquerda.

Logo depois da mudança o Tricolor teve boa chance de marcar. Renatinho cobrou escanteio da direita e acertou a trave. O mesmo Renatinho pegou o rebote e por pouco não marcou.

Na marca dos 24 minutos o Ypiranga chegou com muito perigo pela direita e Ludemar obrigou Diego Lima a fazer uma defesa milagrosa, porém na sequência Marcos Mendes caiu na área e o juiz assinalou uma penalidade duvidosa. Danilo Lins cobrou o pênalti e abriu o marcador. 1 x 0

Para tentar empatar o jogo o treinador Zé Teodoro arriscou a entrada do meia Luciano Henrique na vaga de Diogo. Com a mudança o Tricolor partiu para cima e teve boa chance de marcar com Weslley, cobrando falta da intermediária.

Aos 42 minutos o Tricolor teve grande chance de marcar. Renatinho avançou pela direita e cruzou rasteiro, a zaga do Ypiranga cortou para trás e Geday defendeu no reflexo, evitando o gol coral.

No último minuto o Santa chegou a empatar o jogo com Dênis Marques, mas a arbitragem anulou o gol equivocadamente.
Fonte: Agência CoralNET de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário